Reflorestando o Brasil

JUSTIFICATIVA

Por que continuar?

  • Sucesso da 1ª edição.
  • Convergência com metas da CNCAB.
  • Capilaridade e força transformadora da Casa da Amizade local.

A 2ª edição busca intensificar os esforços de reflorestamento e educação ambiental em todas as regiões do Brasil. A realidade das mudanças climáticas, evidenciada por eventos extremos e desafios ambientais, reforça a urgência de nossa missão.

A Coordenadoria Nacional das Casas da Amizade do Brasil – CNCAB , coordena o programa com a colaboração de especialistas e patrocinadores dedicados, unindo forças com parceiros públicos, privados e ONGs, pois a sustentabilidade é um dever coletivo.

MISSÃO

INSPIRAR e MOBILIZAR as associadas das ACAs e a comunidade local a abraçar práticas de reflorestamento e
educação ambiental.

Enquanto a MISSÃO foca no presente e descreve o propósito central do programa, a VISÃO olha para o futuro e descreve onde aspiramos estar em um determinado período de tempo.

Ambos os conceitos são essenciais para guiar as ações e decisões do programa de maneira alinhada e coerente.

VISÃO

Ser reconhecido como um programa nacional transformador que contribui para um Brasil mais verde, consciente e sustentável.

O programa tem a sua espera dimensões continentais para ser aplicado, pois abrande os 6 biomas:
  • Amazônia;
  • Caatinga;
  • Cerrado;
  • Mata Atlântica;
  • Pampa e
  • Pantanal.

Convidamos todos a se juntarem a nós nesta jornada, porque para nós,

UMA ÁRVORE IMPORTA!

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

Diretrizes para os projetos específicos realizados no âmbito do programa, alinhando-se com a necessidade urgente de ações ambientais no contexto brasileiro.

1. Promoção da Sustentabilidade Ambiental:

Através do reflorestamento de áreas urbanas e rurais, o programa visa contribuir para a recuperação e preservação do meio ambiente, combatendo os efeitos das mudanças climáticas e promovendo a biodiversidade.

2. Promoção da Sustentabilidade Ambiental:

Através do reflorestamento de áreas urbanas e rurais, o programa visa contribuir para a recuperação e preservação do meio ambiente, combatendo os efeitos das mudanças climáticas e promovendo a biodiversidade.

3. Engajamento Comunitário:

Através da mobilização das Casas da Amizade do Brasil e parcerias com escolas e entidades comunitárias, o programa visa envolver a comunidade na causa ambiental, promovendo ações coletivas e participativas.

4. Fortalecimento de Parcerias:

O programa busca estabelecer e fortalecer parcerias com instituições públicas, privadas, ONGs e outros stakeholders relevantes para ampliar seu alcance e impacto.

5. Presença Digital e Divulgação:

Com o reconhecimento da importância da presença digital, o programa visa ampliar sua visibilidade nas mídias sociais e outros canais digitais, promovendo suas ações e conquistas.

6. Continuidade e Expansão:

O programa tem como objetivo estratégico garantir sua continuidade ao longo dos anos, ampliando suas ações e alcançando novas regiões e comunidades.

7. Reconhecimento e Premiação:

Através do concurso, o programa visa reconhecer e premiar as melhores iniciativas, incentivando a participação e a excelência nas ações de reflorestamento e educação ambiental.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Guiam as ações da Casa da Amizade nas cidades onde atuam, garantindo que o projeto local esteja alinhado com a visão e missão do programa.

1. Identificação e Seleção de Áreas:

Mapear e selecionar áreas degradadas na cidade ou região que necessitem de reflorestamento, priorizando espaços públicos e áreas de preservação.

2. Mobilização Comunitária:

Organizar eventos, palestras e oficinas para envolver a comunidade local no projeto, incentivando a participação ativa no plantio e cuidado das árvores.

3. Capacitação em Educação Ambiental:

Realizar workshops e treinamentos para educadores e líderes comunitários sobre a importância do reflorestamento e práticas sustentáveis.

4. Plantio de Árvores Nativas:

Estabelecer metas de plantio de árvores nativas da região, considerando a biodiversidade e as necessidades específicas do ecossistema local.

5. Recuperação de Nascentes e Mananciais:

Em áreas próximas a corpos d'água, realizar ações específicas para a recuperação de nascentes e mananciais, utilizando espécies adequadas.

6. Parcerias Locais:

Estabelecer colaborações com empresas, escolas, universidades e ONGs locais para apoio logístico, técnico e financeiro ao projeto.

7. Monitoramento e Manutenção:

Implementar um sistema de monitoramento das áreas reflorestadas, garantindo a manutenção e cuidado das árvores plantadas.

8. Divulgação e Sensibilização:

Criar campanhas de comunicação para divulgar o projeto na cidade, sensibilizando a população sobre a importância da preservação ambiental.

9. Relatórios de Progresso:

Divulgar relatórios periódicos sobre o progresso do projeto, incluindo o número de árvores plantadas, áreas recuperadas e impactos positivos gerados.

10. Sustentabilidade do Projeto:

Formação de uma equipe local dedicada para garantir a continuidade do projeto, incluindo a busca por novos financiamentos e estratégias.

COMITÊ AVALIADOR

O programa usa a metodologia em formato de um concurso

com foco em áreas degradadas e ações de educação ambiental.

Vera Lucia Cintra Zago

Coordenadora Nacional das

Casas da Amizade, 2022-23

Dr. Amário Cassimiro

idealizador e patrocinador

Vera Lucia Cintra Zago

Cofundadora e Patrocinadora

Josefina Reis de Moraes

Presidente da Comissão de Meio Ambiente da CNCAB

Cecília Aparecida Lopes

Presidente da Comissão de Meio Ambiente da CNCAB

ETAPAS DA SUA JORNADA

Pense no seu projeto como um Modelo de Negócio.

Um bom Modelo de Negócio precisa estar traduzido em um documento escrito. Ele deve contar, de forma resumida e simplificada, os aspectos estruturais, ou seja, respostas a cada uma das atividades que a ACA pretende desenvolver. Por exemplo:

1. Como o projeto pretende gerar valor para os associados, apoiadores e patrocinadores?

2. Quais são as soluções possíveis no momento atual para as reais necessidades da região onde a ACA atua?

3. Como as ações do projeto poderão contribuir para uma mudança na mentalidade da comunidade.

PREENCHER O FIP

Formulário de Intenção de Participação.
Comece por aqui!

AGUARDAR

A Gestora do Programa entrará em contato informando o recebimento do FIP.

ESTRUTURA DO PROJETO

Os 10 itens dos Objetivos Específicos
são o esqueleto do seu projeto.

plugins premium WordPress